Blog
Tudo sobre a energia solar


5 motivos para adotar a energia solar residencial

O Brasil possui enorme potencial energético solar em toda sua extensão. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, “há um interesse cada vez maior da população, das empresas e também de gestores públicos em aproveitar seus telhados, fachadas e estacionamentos para gerar energia renovável localmente, economizando dinheiro e contribuindo na prática para a construção de um País mais sustentável”.

Segundo levantamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), desde a criação das normas para geração distribuída de potência proveniente da luz e do calor do sol, em 2012, até 2016, foram instalados 2.600 sistemas. De 2016 para 2017, esse número já era de 26 mil. A meta inicial para 2019 era de 104 mil sistemas e o ano terminou com 134 mil, superando o objetivo.

Apesar do avanço, o Brasil continua com o aproveitamento abaixo do seu potencial. São mais de 15 anos de atraso em relação ao setor fotovoltaico de outros países, mesmo contando com uma das posições mais privilegiadas para a geração de potência limpa em todo o mundo. Os Estados Unidos, a Alemanha, China, Itália, o Japão e a Espanha já estão usando o potencial solar em grande escala. Por aqui, os incentivos para utilização de energia verde ainda são incipientes.

Confira 5 motivos para adotar essa medida na residência:

1 – Economia na conta de luz

Esse é o principal atrativo. Segundo a Absolar, com a utilização do sistema é possível chegar a 90% de economia e o investimento costuma sair em torno de R$ 15 mil, pensando em uma residência da média brasileira, para uma família de quatro pessoas. Dependendo do tamanho do imóvel, do consumo de potência e dos equipamentos utilizados, é necessária uma quantidade maior de módulos fotovoltaicos, o que encarece o processo.

2 – Retorno do investimento em curto prazo

Para fazer a utilização do sistema residencial é necessário um investimento inicial, mas o retorno não demora e o novo equipamento se paga em um prazo de 4 a 7 anos, dependendo de como a energia é utilizada. Após esse período, a economia é lucro.

3 – Pouca manutenção

Outra vantagem do sistema solar residencial é o seu período de revisão, que é considerado baixo. A limpeza dos módulos pode ser feita pelo próprio consumidor, o que já reduz gastos, e só precisa ser feita quando as placas estiverem muito sujas, o que demora a acontecer, já que a própria chuva ajuda na limpeza da poeira. No entanto, uma vez por ano é necessária uma inspeção elétrica do seu sistema, para que ele siga trabalhando com qualidade.

4 – Vida útil

Após a instalação das placas fotovoltaicas, o período de vida útil é considerado longo: mais ou menos 25 anos. A instalação que chegar ao seu 25º ano de utilização, provavelmente ainda terá 80% das suas funções sadias em comparação com o dia da instalação inicial.

5 – Valorização do imóvel

O preço médio das propriedades que contam com o conjunto tem até 10% de aumento. Além de ser um investimento que garante a economia de energia, o sistema também faz com que o seu bem valha mais.
 
Quer saber mais sobre o sistema de energia solar para sua residência? Entre em contato com a Sky Sollaris.
 

Estadão

12 de Maio de 2020